Amparado pela Constituição Federal Capítulo V - da Comunicação Social *Art. 220
DownLivre
Notícias
Loading...

Solidariedade

Paulo Arthur | 14:31 |

UM EXEMPLO DE DEDICAÇÃO

Neste domingo (11/03), a missa da manhã na igreja Matriz da Paróquia de Ourém, sairia da rotina após o testemunho de quatro jovens dependentes químicos, que ali deram seus testemunho de vida e um verdadeiro exemplo de superação. Dentre eles, estava uma pessoa muito querida e estima

da pela sociedade ouremense, que depo

is de muitos tombos proporcionado pelo vício, acabou encontrando na FAZENDA DA ESPERANÇA, uma oportunidade para viver novamente. Por esta razão, destacamos nesta matéria um pouco do trabalho importante deste Órgão, para que todos saibam como tudo começou.

Tudo começou numa esquina

Nelson Giovaneli se aproximou de um grupo de jovens que consumiam e vendiam drogas perto de sua casa. Isso em 1983, na esquina da rua Tupinambás com a Guaicurus, no bairro do Pedregulho, na cidade de Guaratinguetá interior de São Paulo. Ele foi animado a dar esse passo por frei Hans Stapel seu pároco que o incentivava a viver concretamente a Palavra de Deus.

Nelson conquistou a confiança daqueles dependentes químicos. Um deles Antonio Eleutério foi o primeiro a ser contagiado e pediu ajuda para se libertar das drogas, tudo isso porque Nelson buscava colocar em prática a frase “Fiz-me fraco com os fracos a fim de ganhar os fracos” (I Cor 9,22).

Família

A família participa de todo o processo, como deveria fazer em qualquer outra decisão de vida de seu ente querido.

Os pais e irmãos são acompanhados e frequentam reuniões separadas do interno antes do primeiro encontro com o mesmo no terceiro mês da recuperação.

Elas são responsáveis por vender os produtos confeccionados pelos jovens recuperantes, assim contribuem diretamente no retorno a vida de seu familiar.

Em todas as visitas levam para a sua casa uma cesta no valor de um salário mínimo.

Para mais informação entre em contato com a Fazenda da Esperança mais próxima de sua residência para onde deve enviar a carta escrita pelo jovem que deseja se libertar da dependência, no horário comercial.

Acesse os contatos e endereços das Fazendas da Esperança

A Fazenda da Esperança acolhe jovens que desejam se libertar das drogas e do álcool, mas também aqueles que anseiam descobrir suas vocações.

Os recuperantes vivem do seu próprio trabalho como fonte de auto-estima e autossustento. Nos 12 meses de recuperação, só a partir do terceiro mês o recuperante recebe visita dos familiares.

Na entrada da recuperação, geralmente, é pedido uma colaboração inicial para ajudar nas despesas antes da internação e nos primeiros meses de recuperação, nos quais a produtividade do interno, pela experiência, ainda não o mantém.

A Fazenda da Esperança acolhe pessoas com idade entre 15 e 45 anos e lhes propiciam moradia, alimentação e outras necessidades básicas para que continuem firmes em sua caminhada rumo ao retorno à vida.

A organização das casas baseia-se na família a fim de provocar mudanças de valores, morais e princípios. Toda a convivência é apoiada nas Palavras de Deus tirada do evangelho e também se sustenta no carisma da unidade de Chiara Lubich e no carisma da pobreza de são Francisco de Assis.

Recuperante

O dependente químico precisa desejar e manifestar a vontade de ter uma vida livre das drogas e do álcool, pedindo uma segunda chance via carta escrita de próprio punho para ser acolhido, explicando os motivos que o levaram a solicitar ajuda. Cada jovem é responsável por sua própria recuperação.

A comunidade terapêutica só acolhe as pessoas que pedem ajuda, pois os internos não ficam em locais fechados por muros ou portões. Tudo é aberto e dá acesso a rua.

Os responsáveis pela internação explicam os procedimentos, documentos necessários e regras a serem cumpridas para aceitá-lo como interno.

Para fazer seu pedido de internação entre em contato com a Fazenda da Esperança mais próxima de sua região.

FONTE: www.fazenda.org.br

Category:

ANUCIE CONOSCO AQUI VOCÊ É VISTO:
O único site do município de Ourém, Entre contato com o departamento comercial (91) 981575643 ou pauloprosarte@hotmail.com

Recados