Amparado pela Constituição Federal Capítulo V - da Comunicação Social *Art. 220
DownLivre
Notícias
Loading...

Em Sociedade

Ourém News.com | 16:37 |


ORIGEM DAS FESTAS JUNINAS...

Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que esta festa tem origem em países católicos da Europa,e portanto seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.
De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).
 Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha. 
Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas. 
Festas Juninas no Nordeste
Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.
Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.
Comidas típicas
Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos.
Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.
Tradições

As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dos riscos de incêndio que representam.
No Nordeste, ainda é muito comum a formação dos grupos festeiros. Estes grupos ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas pelos festeiros.
Já na região Sudeste são tradicionais a realização de quermesses. Estas festas populares são realizadas por igrejas, colégios, sindicatos e empresas. Possuem barraquinhas com comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha, geralmente ocorre durante toda a quermesse.
Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.


TRADIÇÃO EM OUREM...
Quando o assunto é festa junina, o município de Ourém, nordeste paraense distante a 182 km da capital, se destaca por realizar grandes eventos do gênero. A principal promoção acontece todos os anos no Espaço do Forró na quadra do Módulo Esportivo. A promoção é uma realização da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Cultura, que selecionada por ordem de sorteio, entidades que oficialmente solicitam a participação. Este ano a ordem ficou definida assim:

SÁBADO - 02/06/2012

FORROZÃO DO GUAMÁ ESPORTE CLUBE

SÁBADO - 09/06/2012

FORROZÃO DO 3 º ANO (ESCOLA MARIA DO SOCORRO ROCHA)


SÁBADO - 16/06/2012

FORROZÃO DA ABCAFO (ASSOCIAÇÃO DOS ÁRBITROS)

SÁBADO - 23/06/2012

FORROZÃO DO UNIÃO

SÁBADO - 30/06/2012

PROGRESSO DA VILA DO MOCAMBO

SÁBADO - 07/07/2012

FORROZÃO DO INDEPENDENTE E. CLUB

A tradição junina se estende também nas escolas do município que fazem sua programação festiva com muita animação. A escola Estadual Padre Antônio Vieira se destaca pela várias atrações que apresenta  no dia do seu evento.
Vale ressaltar que esta mesma festividade não fica restrito somente na sede do município, o interior em quase todas as comunidades promovem e matem está tradição. Geralmente é no interior que notamos ainda a raiz da desta cultura, com seus costumes, mitos e crenças. A culinária junina se destaca no interior, pois é de praxe encontrar deliciosos aperitivos bem natura extraído do próprio roçado do colono.
Vale a pena você incluir na sua agenda este roteiro junino, e vim se divertir em Ourém que é considerado um dos mais hospitaleiro município do Brasil.

Category:

ANUCIE CONOSCO AQUI VOCÊ É VISTO:
O único site do município de Ourém, Entre contato com o departamento comercial (91) 981575643 ou pauloprosarte@hotmail.com

Recados