Amparado pela Constituição Federal Capítulo V - da Comunicação Social *Art. 220
DownLivre
Notícias
Loading...

Em Sociedade

Ourém News.com | 00:00 |

 

Leia: OURÉM, Mais do que um destino, um paraíso!///DIA DOS NAMORADOS- Seu surgimento foi em homenagem aos deuses Juno e Lupercus,,,

_______DIA DOS NAMORADOS_______

Seu surgimento foi em homenagem aos deuses Juno e Lupercus, conhecidos como os protetores dos casais. No dia 15 de fevereiro, faziam uma festa a estes, agradecendo a fertilidade da terra, os rapazes colocavam nomes de moças em papeizinhos para serem sorteados. O papel retirado seria o nome de sua esposa.
Como muitos casais apaixonados eram impedidos por suas famílias de casarem-se, um padre de nome Valentino passou a realizar matrimônios às escondidas, quando os casais fugiam, para que não ficassem sem receber as bênçãos de Deus.
Com isso, o dia 14 de fevereiro passou a ser considerado o dia de São Valentin (Valentine’s Day), em homenagem ao padre, sendo comemorado nos Estados Unidos e na Europa como o dia dos namorados.
A divulgação da data no Brasil foi feita pelo empresário João Dória, que havia chegado do exterior. Representantes do comércio acharam uma ótima ideia para aquecer as vendas e escolheram o dia 12 de junho para ser o dia dos namorados em nosso país. A data foi escolhida às vésperas do dia de santo Antônio, o santo casamenteiro.
As pessoas apaixonadas costumam presentear seus namorados ou cônjuges, a fim de mostrar todo o amor que sentem.
Nessa data, os casais saem para trocar presentes e comemorar, com um jantar romântico, a paixão que sentem um pelo outro, a afetividade e o amor, como forma de agradecer o companheirismo e a dedicação entre ambos.
Mas existem várias formas de comemorar o dia dos namorados. Mandar flores, cestas de café da manhã, uma cesta de happy hour para degustarem juntos, mensagens por telefone, serenatas, fazer uma pequena viagem, passar um dia em uma casa de relaxamento (SPA), dentre outras.
O importante é usar a criatividade e o romantismo!
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

::::::::::::::TURÍSMO:::::::::::::
Ourém: Mais do que um destino, um paraíso!

Você já parou para pensar quanto tempo gasta para se deslocar de um lugar para outro em busca de diversão em uma mesma cidade? Veja o exemplo de Salinas, são mais de 20 quilômetros do centro da cidade até a praia mais frequentada... E Mosqueiro então, quanto tempo se gasta para sair da praia mais agitada (Murubira), até a mais calma (Paraíso).
Ficou com vontade de conhecer um lugar que lhe propicie várias opções de lazer e diversão a uma distância mínima? Então vá à Ourém.
Logo na chegada, o visitante tem uma prévia do que encontrará: a ponte sobre o rio Caeté, na divisa com o município de Bonito, marco inicial da cidade, é parada obrigatória para que o visitante se delicie com um bom banho de rio. Aliás, o que não falta são opções para banhos na cidade, já que Ourém também possui o título de ‘Paraíso dos Igarapés’.
Mas Ourém não encanta somente por suas belezas naturais, como as matas virgens e os igarapés de água cristalina, mas também pela simplicidade e acolhimento da população ouremense.
Tudo no mesmo lugar - Na Praça Magalhães Barata, a principal da cidade, você encontra várias opções de lazer. Banho de rio, quadras esportivas, concha acústica para shows, lanchonetes, hotéis e, em suas proximidades, belos igarapés e cachoeiras.
Famosa por suas paisagens exuberantes, devido sua localização às margens do Rio Guamá e as dezenas de igarapés próximos, a histórica cidade de Ourém de quase 300 anos, tem como grande atração das férias os festivais da Canção e do Chopp.
Os festivais acontecem na concha acústica da Praça, que inclusive foi construída com essa finalidade, e costumam atrair milhares de pessoas nesse período do ano, responsáveis por transformar a pacata rotina da cidade em pura agitação, nesse período do ano.
Banho - Além do rio Guamá, que fica na parte central da cidade, existem mais 12 igarapés, todos com água cristalina, filtrada pela jazida de seixo de Ourém, a maior de todo o Estado.
No balneário das Pedrinhas existe o igarapé Cafiteua, onde é possível fazer trilhas, andar a cavalo e passear de charrete. Outros balneários, como o da ‘Tia Loura’ e do ‘Carié’, são outras boas opções para quem gosta de ‘curtir a água’.
A ouremense Maria Helena Oliveira, diz que mesmo morando em Belém, vai à Ourém em todas as férias. 'Para quem gosta de agitações em um lugar tranquilo, em família e sem confusão, Ourém é o melhor lugar. A cidade é pequena e isso permite que as pessoas se conheçam e façam novas amizades', disse.
Como chegar - A 182 quilômetros da capital paraense, o acesso a cidade é por meio da rodovia PA-124, que encontra a BR-316 na altura do quilômetro 142. A viagem dura entre duas horas e meia à três horas em carro próprio. Do Terminal Rodoviário de Belém saem, diariamente, dois ônibus com destino ao município, com passagens custando em média R$ 18.
Agora é só arrumar as malas e partir para Ourém, à ‘Pérola do Guamá'.
Texto: Heloá canali
Fotos: Pesquisa na internet


Category:

ANUCIE CONOSCO AQUI VOCÊ É VISTO:
O único site do município de Ourém, Entre contato com o departamento comercial (91) 981575643 ou pauloprosarte@hotmail.com

Recados