Amparado pela Constituição Federal Capítulo V - da Comunicação Social *Art. 220
DownLivre
Notícias
Loading...

Alô Cidadão – Poluição sonora, um mal que tem cura

Ourém News.com | 14:04 |

A
 poluição sonora é vista como um dos maiores problemas ambientais da sociedade moderna. O município ouremense nordeste paraense, é hoje sem dúvida um grande produtor dessa irregularidade. Por isso, já está na hora de ser intensificado ações de combate ao barulho excessivo. Para dar corpo a esta
iniciativa, Prefeitura e Câmara Municipal poderiam em comum um acordo de cooperação mútua com o Ministério Público, polícias, secretarias e órgãos constituídos, formularem a responsabilidade de cada uma das instituições envolvidas na fiscalização aos que produzem o barulho excessivo, espaços festivos e bares, veículos automotivos, motos, carros e sistemas sonoros de todo o município ouremense.

Dentre as atribuições, poderiam ser realizadas campanhas educativas sobre os efeitos prejudiciais do excesso de ruído, além de introduzir temas nas escolas para que as crianças, jovens e adultos se tornem multiplicadores de informação. Seria importante o papel dos órgãos envolvidos na tarefa árdua de fiscalizar as denúncias de poluição sonora na cidade de Ourém. A primeira abordagem, poderia ser educativa, com a notificação do infrator com multas financeira. Na reincidência acionaria o Ministério Público, que tomaria as medidas judiciais.

A fiscalização centralizaria como foco não só o barulho emitido por bares, restaurantes e residências, mais principalmente veículos com escapamento ou motores ruidosos nas vias públicas independente de horário, a onde poderiam ser apreendidos, e seus respectivos proprietários estariam sujeitos as ações punitivas da Lei.
Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), um ruído de 50 dB já prejudica a comunicação e, a partir de 55dB, pode causar estresse e outros efeitos negativos. Ao alcançar 75 dB, o ruído apresenta risco de perda auditiva se o indivíduo for exposto ao mesmo por períodos de até oito horas diárias.
Alguns efeitos negativos da poluição sonora para os seres humanos são:
Estresse; depressão; insônia; agressividade; perda de atenção; perda de memória; dor de cabeça; cansaço; gastrite; queda de rendimento no trabalho; zumbido; perda de audição temporária ou permanente e surdez;
Como podemos observar nas informações, são muitos os prejuízos causados pela poluição sonora na vida do cidadão e também o prejuízo econômico para estados e municípios.

Por: Paulo Bragança
Fonte: Site Ourém News
Postagem: 18/04/2016

#FAÇA SUA DENÚNCIA  




Category:

ANUCIE CONOSCO AQUI VOCÊ É VISTO:
O único site do município de Ourém, Entre contato com o departamento comercial (91) 981575643 ou pauloprosarte@hotmail.com

Recados