Amparado pela Constituição Federal Capítulo V - da Comunicação Social *Art. 220
DownLivre
Notícias
Loading...

EM DESTAQUE: Um monopólio de 65 anos pode está chegando ao fim

Paulo Arthur | 14:26 |




Podem se passar os capítulos, mas a novela continua. No início da década o Carrefour anunciou a proposta de compra do grupo paraense Y.Yamada, maior rede de supermercados da Região Norte do Brasil, com mais de 40 lojas em funcionamento e um faturamento anual de R$ 2,5 bilhões. Na época, a proposta foi rejeitada pelo proprietário Junichiro Yamada, que faleceu no início deste ano (2015). Porém, vários boatos de que o Carrefour já teria fechado a compra da Yamada ecoam por Belém.  

No entanto, muitos ainda duvidam que a Yamada tenha sido vendida para o Grupo Francês. Segundo um taxista que trabalha em frente a um dos supermercados localizado na Cidade Nova, em Ananindeua-PA, poucos estão dando importância se a empresa foi vendida, ou não. "Não costumo fazer compras na Yamada. Não importa se o supermercado é de "gente boa", para mim é um dos mais caros de Belém." Diz o Autônomo. 

Essa não é a primeira vez que boatos da venda da Yamada circulam em Belém, até o Grupo Pão de Açúcar já teria feito proposta. A principal estratégia dos franceses é fixar seis lojas na capital paraense, já utilizando a bandeira (Carrefour), impulsionando ainda mais o Grupo Yamada a fechar boa parte de suas respectivas lojas. Para quem não sabe recentemente o Carrefour inaugurou dois atacadões em Belém; um na BR 316 e outro na Avenida Augusto Montenegro. 


Não é à toa e estranho que poucas pessoas tenham notado, já está quase na metade do mês de dezembro e a Yamada ainda não exibiu o tradicional comercial de Natal, que anualmente é estrelado por artistas da música paraense. Nos últimos anos, Fafá de Belém, Gabi Amarantos, Gang do Eletro e Liah Soares vinham fazendo as propagandas comemorativas da empresa, mas que de uma hora para outra deixaram de ser anunciadas. 

Apesar de um dos donos do grupo paraense "Fernando Yamada" ter negado nas redes sociais a venda para o Carrefour, os indícios de que a negociação foi realizada são muito fortes. A Folha Editada conversou com um funcionário de um dos supermercados, o qual não quis se identificar, mas que informou em "off'" que muitos outros empregados estão preocupados com a situação das lojas, pois os estoques dos Magazines não estão sendo renovados normalmente, o que faz crer que existe, sim, a possibilidade de venda do Grupo.

De fato, o Carrefour sabe da fragilidade da Yamada, e que ela sozinha não conseguirá mais reinar na região norte, um monopólio que impedia inclusive a Casas Bahia de entrar no Estado do Pará, pode estar chegando ao fim. 


Texto: Wendel Faro 
Fotos: Internet





Faz Carrefour


Category:

ANUCIE CONOSCO AQUI VOCÊ É VISTO:
O único site do município de Ourém, Entre contato com o departamento comercial (91) 981575643 ou pauloprosarte@hotmail.com

Recados