Amparado pela Constituição Federal Capítulo V - da Comunicação Social *Art. 220
DownLivre
Notícias
Loading...

De Plantâo II – Por 90 dias presidente da Câmara dos Vereadores de Ourém Cláudio Malária é afastado de suas atividades

Ourém News.com | 14:58 |


E
m razão da utilização do mandato para a prática de atos corruptos ou de improbidade administrativa entre outras irregularidades, atendendo a denúncia feita, pelo Assistente Técnico Legislativo, Jorge Luiz Pastana, funcionário público municipal, a mesa diretora da Câmara e demais vereadores afastaram por noventa dias (90), o vereador presidente, Luiz Claudio da Silva Lima (Claudio Malária).
 O clima estava bastante tenso, nesta sexta-feira (12), antes do início da sessão, previsto para começara as 10h00, fato que não aconteceu mediante a ausência do presidente, Claudio Malária que observando a seriedade da denúncia abandonou o prédio da Câmara sem justificar alguma. Depois de algumas horas, amparado pelo o que determina o regimento interno da casa com a Lei Orgânica do município de Ourem, baseado no Decreto-Lei 201/67, os trabalhos foram retomados pelos demais vereadores, que por unanimidade decretaram o afastamento do presidente por noventa dias (90), até que sejam avaliadas todas as provas para depois iniciar o processo de cassação do mandato.
Contra o vereador presidente Claudio Malária pensão as denúncias, as despesas absurdas indevidas, inexistentes, superfaturadas e incompatíveis, realizadas sem as procedências legais de liquidações previstas na Lei Federal nº 4.320/67, sendo as seguintes:
 1 - Renumeração de R$ 7.700,00 (sete mil e setecentos reais), pago a Agnaldo Santos de Carvalho, como Assessor  Legislativo, sem que tenha prestado nenhum serviço no mês de maio/2016.
2 - Pagamento de R$ 4.556,00 (quatro mil quinhentos e cinquenta e seis reais), pelo fornecimento do produto Devention, sem que tenha sido entregue pela empresa, HIgenorte Imunizações LTDA-ME. O valor muito superior à realidade no mês de maio/2016. 
3 - Pagamento de R$ 5.650,00 (cinco mil seiscentas e cinquenta reais), por produtos de composições gráficas, impressos publicitários e promocionais inexistentes e ou no valor muito superior ao mês de maio/2016, repassado a empresa F.H. Teixeira Chaves-Me.
4 - Pagamento de R$ 3.980,00 (três mil novecentos e oitenta reais), efetuado para Kamila de Kássia Costa Silva, pelo frete de um veiculo com motorista, sem que se tenha havido a devida prestação de serviço no mês de maio/2016. Porem a empresa de vendas de peças de motoclitas.
5 - Pagamento nos meses de maio e junho/2016 pelo fornecimento de combustível, a empresa I, Oschsler e Cia LTDA-ME, com a quantidade incompatível com a necessidade do Legislativo.
O denunciante Jorge Braga relata no documento enviado a Câmara, que no exercício de sua função, tomou o conhecimento que nos meses de maio e junho de 2016, como presidente da Câmara Municipal, o presidente Claudio Malária ordenou e realizou de fato o pagamento de despesas se a correspondente prestação dos serviços ou mesmo a entrega do produto. Assim amparado pelas provas e confirmando as irregularidades protocolou o documento junto à secretária da Câmara e firmou sua denúncia.
Até o fechamento desta matéria nossa equipe de reportagem não conseguiu manter contato com o vereador presidente afastado, Claudio Malária. Tentamos ouvir também a opinião dos demais vereadores da casa do Poder Legislativo, porem nenhum dos legisladores quis falar sobre o assunto.

Por: Paulo Bragança
Foto: Estúdio Pros Arte
Data: 12/08/2016

PROVAS


Category:

ANUCIE CONOSCO AQUI VOCÊ É VISTO:
O único site do município de Ourém, Entre contato com o departamento comercial (91) 981575643 ou pauloprosarte@hotmail.com

Recados