Recents in Beach

header ads

Idoso de 95 anos enfrenta 4 ônibus para ir a protesto contra racismo

John Sato relatou que ficou extremamente abalado com os atentados contra as mesquitas em Nova Zelândia. (Foto: Reprodução/Twitter)
Um veterano da 2ª Guerra Mundial, de 95 anos, quebrou sua rotina e viajou para participar de uma manifestação de apoio à comunidade muçulmana e contra o racismo. John Sato saiu sozinho da cidade neozelandesa de Howick, onde vive, e pegou quatro ônibus para chegar até Auckland. A imagem do idoso sendo amparado por policiais viralizou nas redes sociais.
Sato contou em entrevista à rádio New Zeland, que o atentado a duas mesquitas em Christchurch, que deixou 50 mortos, foi sua motivação. “Fico acordado durante a noite. Nunca mais dormi bem desde então. Foi tão triste e é possível sentir o sofrimento de outras pessoas”, disse o veterano.
Ao ouvir sobre as vigílias e eventos de homenagem às vítimas por todo o país, John Sato decidiu visitar uma mesquita e deu início a sua jornada. Ele saiu de casa às 10h e pegou um ônibus para Pakuranga, onde viu mensagens de solidariedade e flores. Mas para ele ainda não era hora de voltar para casa, e então pegou outros três ônibus até chegar no protesto de Auckland.
O empenho do idoso para participar da marcha chamou a atenção dos participantes, inclusive da polícia, que se ofereceu para levar o veterano para casa. “É uma tragédia, mas tem o outro lado. Uniu as pessoas, que perceberam de repente que somos todos um só. Preocupamo-nos uns com os outros”, declarou.
Fonte:br.noticias.yahoo.com





Postar um comentário

0 Comentários