Recents in Beach

header ads

Polícia Civil do Pará divulga resultados parciais da Operação PC27 no Estado


POLICIAIS CIVIS CUMPREM MANDADOS EM BELÉM. FOTO: LEANDRO SANTANA (ASCOM PCPA)
POLICIAIS CIVIS CUMPREM MANDADOS EM BELÉM. FOTO: LEANDRO SANTANA (ASCOM PCPA)

A Polícia Civil do Pará divulgou em entrevista coletiva, na Delegacia-Geral, em Belém, balanço parcial de mandados de prisão cumpridos, durante a operação PC27 deflagrada, nesta quarta-feira (24), em todo país. A ação policial teve como alvo pessoas que cometeram crimes graves como roubo, homicídio, estupro, entre outros. Até o final da manhã, 120 prisões foram cumpridas em todo Estado. Coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), a operação visa combater os mais diversos delitos que assolam a sociedade brasileira, contribuindo para a diminuição da criminalidade. O nome da Operação é uma referência às 27 unidades federativas do Estado e se refere ainda à união e padronização de todas as Polícias Civis do país.
DELEGADO DILERMANO TAVARES, DELEGADO-GERAL ADJUNTODurante a operação, cerca de 300 policiais civis saíram às ruas de Belém, região metropolitana da capital e em todas as regiões do interior do Pará, para cumprir mandados de prisão de criminosos foragidos da Justiça. Os mandados de prisão foram expedidos pela Justiça dos Estados, após trabalho de investigação.
Em entrevista coletiva, o delegado-geral adjunto, Dilermano Tavares, coordenador da operação no Pará, explicou que a ação policial é de caráter nacional e mobiliza as Polícias Civis das 27 unidades federativas para cumprimento de centenas de mandados de prisão. Acrescenta o delegado que “durante a operação, foram cumpridos, em nível nacional, 610 prisões (número ainda parcial)". O total de mandados de prisão preventiva cumpridos no Pará representa um sexto do total do Brasil.
Segundo o delegado Marco Antonio Duarte, diretor de Polícia metropolitana, entre os presos estão Alex Cardoso da Silva, 21 anos, e Diego Silva da Silva, 20 anos, acusados pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) contra a vítima, Fábio José Tenório Silveira, crime ocorrido em janeiro deste ano. A vítima era morador da comunidade quilombola do Abacatal, em Ananindeua. "O crime, na época, teve uma grande repercussão pela crueldade como foi cometido", detalha. Os criminosos, após capturados, foram ouvidos na Delegacia de Polícia Civil do bairro do Aurá, localizado no município de Ananindeua, e consequentemente conduzidos para o Sistema Penitenciário. 
Ele acrescenta que “durante a operação, foram presos também em flagrante dois criminosos, no bairro do Jurunas em Belém, ambos autuados pelo crime de roubo de bicicletas”. A operação está sendo bem-sucedida e no decorrer da ação, a Polícia Civil pretende aumentar mais esses”, finaliza. Até o final da tarde, a Polícia Civil vai divulgar os dados finais da operação. Estiveram presentes na coletiva de imprensa, o delegado-geral adjunto, Dilermano Tavares; o diretor de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Marco Antonio Duarte; o diretor de Polícia Especializada (DPE), delegado Sérvulo Cabral; e o diretor de Polícia do Interior (DPI), delegado José Humberto de Melo Junior.
POR LUIZ CLAUDIO OLIVEIRA (ASCOM POLÍCIA CIVIL/PA) 


Postar um comentário

0 Comentários