Recents in Beach

header ads

Vítimas seguem desaparecidas e área apresenta riscos à navegação , alerta Capitania




Até 10h30 deste domingo (07), nenhuma das possíveis vítimas do acidente que destruiu a estrutura da Ponte Rio Moju-Alça, no sábado (06), foi localizada.

De acordo com informações da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR), as buscas foram retomadas no início da manhã deste domingo (07) e que, juntamente com o Corpo de Bombeiros, está atuando intensamente para localizar as possíveis vítimas.

A Capitania informou ainda que interditou a área de navegação sob a ponte Moju-Alça, localizada na rodovia PA-483, por apresentar riscos à navegação.

O Comando do 4º. Distrito Naval (COM4DN) disponibilizou os seguintes meios navais para auxiliar nas buscas: duas lanchas; a embarcação Patrulha Tucunaré, com mergulhadores para auxiliar nas buscas; a lancha balizadora Denébola, com um lancha de sondagem para verificar o fundo do rio; e o Navio Hidroceonográfico Rio Xingu, com um Side Scan (sonar de varredura lateral), para efetuar uma varredura, auxiliando na identificação de objetos no fundo do rio.

A balsa "Vó Maria", que causou o acidente, está com documentação irregular e, portanto, não deveria estar navegando. O proprietário da embarcação foi identificado e será notificado durante instauração do Inquérito de Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN).

Postar um comentário

0 Comentários