Recents in Beach

header ads

Moro questiona ação do MPF que afastou comandante da intervenção federal em presídios no PA

Destaque - A ação, acatada pela Justiça Federal, aponta indícios de maus tratos e torturas dentro de presídios onde a intervenção federal começou a atuar, após o massacre em Altamira. "A decisão vai ser devidamente esclarecida aos órgãos competentes", disse Moro.


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, disse, em visita ao Complexo Penitenciário de Santa Izabel do Pará nesta segunda (7), que "não estão corretas" as premissas da ação do Ministério Público Federal (MPF), que resultou no afastamento de Maycon Rottava, coordenador da Força Tática de Intervenção Penitenciária (FTIP), em atuação no Pará após o massacre em presídio de Altamira - episódio que resultou na morte de 62 detentos.
De acordo com a ação do MPF, acatada pela Justiça Federal, há indícios de maus tratos e torturas dentro de presídios onde a FTIP começou a atuar. "A decisão vai ser devidamente esclarecida aos órgãos competentes". O MPF informou que não vai se manifestar.
Questionado sobre o afastamento, Moro disse que respeita a Justiça e elogiou o trabalho dos voluntários. "Nós evidentemente respeitamos as decisões que forem tomadas, inclusive a decisão da Justiça, mas tenho absoluta crença que, assim que os fatos forem totalmente esclarecidos, essa questão vai ser resolvida", disse.

Por G1 PA — Belém






Postar um comentário

0 Comentários