Recents in Beach

header ads

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO POR COMETIMENTOS DE CRIMES NO MUNICÍPIO DE VISEU NO PARÁ


A Polícia Civil do Pará cumpriu, nesta quinta-feira (17), o mandado de preventiva contra Tiago Lopes da Silva. No dia 04 de outubro de 2019 a comunidade do Maratauna, em 2 ônibus escolares com aproximadamente 200 pessoas, foram a delegacia de Polícia de Viseu, protestar contra Tiago Lopes da Silva por cometimento de crimes na localidade entre eles roubos, violência doméstica e por último ameaça. A prisão do acusado ocorreu no município de Viseu nordeste paraense.


A ação foi realizada pelas equipes de policiais civis da delegacia de Viseu, sob comando do delegado Dyego Araújo, composta pelo escrivão Paulo Soares e o Investigador Wendson Leon.

Segundo o delegado, em decorrência de tais crimes a escola municipal local parou seus trabalhos, os alunos e seus pais ficaram com medo de leva-los à aula, pois o acusado era visto constantemente de posse de um terçado intimidando professores, pais e alunos. Diante da situação, conta o delegado, que a equipe policial passou a tomar por termo sobre a qualificação e investigação dos crimes perpetrados por Tiago. Na ocasião mais de 20 pessoas foram ouvidas e mais de 5 auto de reconhecimento foram lavrados, além de pesquisa à banco de dados no sentido de obter o histórico de crimes cometidos por Tiago Lopes da Silva. Durante investigação foi identificado, que em 2017 Tiago foi preso por roubo e em 2018 ele foi preso pelo crime de violência doméstica e familiar.

De posse dos elementos de informação colhido pela equipe foi representado o mandado de prisão preventiva como garantia da ordem pública e da garantia da aplicação da lei penal imperativa ante a possibilidade de fuga do suspeito. “Por volta das 09:30hs a equipe teve informações de que Tiago estaria no fórum e que havia sido interpelado pelo oficial de justiça que lhe comunicou da existência do mandado de prisão deferido em seu desfavor, onde foi lhe apresentando à equipe de Polícia Civil” enfatizou.

Tiago se encontra desde então preso preventivamente à disposição da justiça

Por Luiz Claudio Oliveira (ASCOM PCPA)
(Alerta Guamá)   






Postar um comentário

0 Comentários